DISTÚRBIOS DAS GLÂNDULAS SALIVARES

 

As duas maiores glândulas salivares estão localizadas logo atrás do ângulo da mandíbula, em frente às orelhas. Dois pares menores situam-se na parte mais profunda do assoalho da boca. Outras glândulas salivares minúsculas estão distribuídas por toda a boca. Quando o fluxo de saliva é insuficiente, a boca resseca. Como a saliva oferece uma certa proteção natural contra as cáries dentárias, uma menor quantidade de saliva pode acarretar um maior número de cáries. A boca seca pode ser decorrente da ingestão de uma quantidade muito pequena de líquido, da respiração pela boca ou de certos medicamentos ou doenças que afetam as glândulas salivares (p.ex., síndrome de Sjögren). A boca também resseca à medida que o indivíduo envelhece.

O acúmulo de cálcio, formando um cálculo, pode bloquear o ducto de drenagem de uma glândula salivar. Esse bloqueio causa um refluxo de saliva e provoca aumento de volume da glândula. Infecções bacterianas também podem ocorrer. Se o aumento de volume piorar imediatamente antes das refeições ou sobretudo quando o indivíduo come um picles, ele é seguramente decorrente do bloqueio do ducto. A razão é que a antecipação do sabor ácido do picles estimula o fluxo da saliva, mas, se o ducto estiver bloqueado, a saliva não tem como drenar. Algumas vezes, um dentista pode extrair o cálculo pressionando o ducto bilateralmente. Se essa manobra não for bem sucedida,como último recurso, será realizada a remoção cirúrgica do mesmo. Uma lesão no lábio inferior - por exemplo, em decorrência de uma mordida - pode lesionar uma diminuta glândula salivar, bloqueando o fluxo de saliva. Em decorrência, a glândula pode aumentar de volume e formar um pequeno tumor tenro (mucocele) com um aspecto azulado. No decorrer de algumas semanas, o tumor geralmente desaparece, mas ele pode ser facilmente removido através de cirurgia se ele tornar-se incômodo ou apresentar recorrência freqüente.

A parotidite, determinadas infecções bacterianas e outras patologias podem provocar aumento de volume das principais glândulas salivares. O aumento de volume também pode ser resultante de tumores neoplásicos ou não neoplásicos das glândulas salivares; habitualmente essa tumefação é mais firme que a causada por uma infecção. Se o tumor é canceroso, a glândula poderá estar com uma dureza de pedra. Inflamação e infecção das glândulas salivares, freqüentemente causadas por um cálculo (pedra) que está bloqueando o ducto salivar, ocorrem mais amiúde que os tumores. Apesar disso, qualquer inchaço de glândula salivar justifica atenção médica. Para determinar a causa do inchaço, o dentista ou médico retira uma amostra (biópsia) de tecido de glândula salivar.


Categoria: Distúrbios Cavidade Oral

Publicado em: