Dente Impactado

 

Um dente impactado é aquele que não consegue erupcionar, atingindo sua posição na arcada dentária, dentro do tempo esperado. O dente se torna impactado porque a erupção é dificultada pelos dentes adjacentes, por um denso revestimento ósseo, ou por excesso de tecido mole. Como os dentes impactados não erupcionam, eles ficam retidos durante toda a vida do paciente, a menos que sejam removidos cirurgicamente.

Os dentes freqüentemente se tornam impactados devido ao comprimento inadequado do arco dentário e ao pouco espaço para erupção; isto é, o comprimento total do arco ósseo é menor do que o comprimento total do arco dentário (somatória do tamanho dos dentes).

Como regra geral, todos os dentes impactados devem ser removidos, a menos que a remoção esteja contra-indicada. A extração deve ser feita tão logo o dentista tenha determinado que o dente está impactado. A remoção se torna mais difícil com o avanço da idade. Se o dente for deixado em sua posição até que algum problema apareça, ocorrerá aumento da incidência de morbidade tecidual local, de perda de dentes e osso adjacentes, e do potencial de lesões às estruturas vitais adjacentes. Além disso, se a remoção for adiada até que causem problemas, é mais provável que a cirurgia seja complicada e arriscada, pois o paciente pode apresentar patologias sistêmicas que o comprometam. A odontologia preventiva impõem que dentes impactados sejam removidos antes que surjam complicações.

Cirurgias


Categoria: Cirurgia

Publicado em: