HIGIENE BUCAL EM PACIENTES QUE USAM APARELHOS ORTODÔNTICOS

 

Uma das técnicas de escovação mais recomendada é a de Bass Modificada, onde as cerdas da escova devem ficar com uma angulação de 45 graus em relação ao dente, em direção a gengiva e fazer movimentos com a escova no sentido da gengiva para os dentes, como se estivesse 'varrendo' e ao mesmo tempo, massageando a gengiva; ajuda a remover a placa bacteriana e a manter a gengiva saudável.

A escova dental apropriada é aquela com cerdas arredondadas e macias; existem escovas próprias para aparelhos fixos com pequenos tufos (unitufo e bitufo), com cerdas recortadas em forma de 'v'para facilitar na limpeza dos braquetes e as com duas fileiras de cerdas. A vida útil das escovas dentais dos pacientes ortodônticos é menor.

O uso do fio dental é muito importante, deve-se lançar mão do passa fio (uma agulhinha de plástico), que ajuda a passar o fio entre os dentes. O uso de enxaguatórios auxilia na proteção do dente inibindo a aderência de placa bacteriana.

Nos aparelhos removíveis recomenda-se, além da higiene dos dentes, a escovação com a mesma freqüência do aparelho com creme dental e uma escova de cerdas duras, buscando-se evitar a retenção de placa no aparelho, e o conseqüente sabor desagradável. Deve-se deixar o aparelho imerso em um anti-séptico bucal sempre que ficar muito tempo sem usar e nunca ferver o aparelho.


Categoria: Ortodontia e Ortopedia

Publicado em: