PERIODONTITE JUVENIL

 É considerada uma entidade clínica específica, rara em crianças. Caracteriza-se pela perda precoce de osso alveolar, rapidamente progressiva, com predileção pela dentição permanente. Sua etiologia parece estar ligada à resposta imunológica mais intensa, presença de Actinobacillus actinomycetemcomitans e, ainda, ao fator hereditário. No tipo de periodontite localizada, caracteriza-se pela rápida perda óssea vertical, podendo afetar, preferencialmente, os incisivos e primeiros molares permanentes de adolescentes (entre 10 e 19 anos), aparentemente saudáveis.

Ao exame clínico, pode-se observar sangramento à sondagem e presença de placa bacteriana na superfície radicular no local onde a bolsa periodontal está sendo formada. Com a evolução da doença, os sinais clínicos (mobilidade, edema, sangramento, envolvimento de furcas e exsudato) podem se tornar mais evidentes. Normalmente, os casos generalizados estão associados à alguma síndrome, doenças sistêmicas e às doenças de envolvimento somático. Apresentam inflamação, um padrão de destruição óssea difuso, afetando a maioria dos dentes e acúmulo de placa e cálculo.


Categoria: Periodontia

Publicado em: