Alterações da Cor da Cavidade Oral

 

Se um indivíduo apresenta anemia, o revestimento bucal torna-se pálido, deixando de apresentar a sua coloração róseo-avermelhada saudável e normal. Se a anemia for tratada, a cor normal retornará. O médico ou o dentista deve examinar as áreas da boca que apresentam uma alteração recente da coloração, pois elas podem indicar uma doença das adrenais ou um câncer (melanoma). Um indivíduo pode apresentar áreas brancas que aparecem em qualquer local da boca que são simplesmente resíduos alimentares que podem ser facilmente removidos. No entanto, se a área estiver em carne viva, for dolorosa e sangrar após a limpeza, o problema poderá ser uma infecção fúngica (monilíase, candidíase ou 'sapinho').

Além disso, as áreas brancas na boca também podem ser causadas pelo espessamento da camada de queratina. Essas áreas são denominadas leucoplasia. A queratina é uma proteína resistente que normalmente protege a camada mais externa da pele. No entanto, ela também é encontrada em pequenas quantidades no revestimento bucal. Algumas vezes, a queratina pode acumular-se na boca, particularmente em indivíduos tabagistas ou naqueles que têm o hábito de cheirar rapé ou de mascar fumo. Podem ocorrer áreas avermelhadas na boca (eritroplasia) quando o revestimento bucal torna- se mais fino e os vasos sangüíneos tornam-se mais evidentes que o habitual.

As áreas brancas ou vermelhas podem ser não cancerosas (benignas), pré-cancerosas ou cancerosas (malignas). Essas áreas devem ser examinadas sem demora por um dentista ou um médico. Quando um indivíduo apresenta uma malha delicada de linhas brancas (líquen plano) no interior das bochechas ou no lado da língua, ele também pode apresentar uma erupção cutânea pruriginosa. O líquen plano causa lesões dolorosas, mas, na maioria das vezes, ele não causa desconforto. O primeiro sinal do sarampo podem ser manchas semelhantes a pequenos grãos de areia branca circundados por um anel vermelho (manchas de Koplik), localizadas na parte interna das bochechas e opostas aos dentes posteriores.


 

Palato

As alterações da cor do palato podem ser decorrentes de irritação ou de infecção. O palato de um indivíduo que fuma cachimbo há muito tempo apresenta um aspecto branco, granuloso, duro e com muitas manchas vermelhas (palato do fumante). Caso determinadas lesões persistirem por um período superior a duas semanas, um médico ou um dentista deve ser consultado. Após a prática de sexo oral intenso com uma pessoa do sexo masculino, podem surgir no palato pequenas manchas vermelhas, como cabeças de alfinetes, decorrentes da ruptura de vasos sangüíneos (petéquias).Essas manchas desaparecem em poucos dias, mas também podem ser sinal de uma alteração sangüínea ou da mononucleose infecciosa. As áreas avermelhadas e aumentadas de volume sobre o palato são mais freqüentemente resultantes de próteses dentárias mal ajustadas ou que são mantidas na boca durante muito tempo. Geralmente, todas as próteses dentárias removíveis, devem ser retiradas na hora de dormir, devem ser limpas e colocadas em um copo com água. Um indivíduo com AIDS pode apresentar manchas arroxeadas no palato causadas pelo Sarcoma de Kaposi. Para aliviar o desconforto e melhorar o aspecto do palato, o médico pode tratar essas manchas.


Categoria: Distúrbios Cavidade Oral

Publicado em: